Clínicas de cuidado pré-natal especializado para mulheres com gestação de alto risco para prematuridade (excluindo gestação múltipla) para melhorar desfechos maternos e infantis

An expectant mother in Mongolia, receives an ultrasound exam at a regional centre for diagnostic and medical treatment.
UN/Eskinder Debebe

Clínicas de cuidado pré-natal especializado para mulheres com gestação de alto risco para prematuridade (excluindo gestação múltipla) para melhorar desfechos maternos e infantis

Resumo RHL

Resultados principais

A revisão avaliou o valor das clínicas de pré-natal especializado para mulheres com gestação de alto risco para prematuridade em comparação com clínica de pré-natal padrão. Esta revisão encontrou:

  • Nenhuma diferença significativa entre os grupos para morte perinatal, prematuridade extrema (anterior a 28 semanas), nascimento muito prematuro, idade gestacional ao nascer, admissão em unidade neonatal de tratamento intensivo e cesárea. Este achado não alcançou significância estatística.
  • Nenhuma diferença significativa no custo do cuidado entre o grupo intervenção e controle.
  • Nenhum dado sobre seguimento em longo prazo
  • Poder estatístico insuficiente para detectar diferenças entre os grupos

Evidências incluídas nesta revisão

Foram incluídos na revisão três estudos realizados nas décadas de 1980 e 1990 nos EUA, envolvendo 3400 mulheres. Um deles era um ensaio randomizado por conglomerados. Todos os ensaios tinham como foco clínicas especializadas para mulheres com alto risco de prematuridade, embora as intervenções tenham ligeiras diferenças (exame cervical, educação, repouso no leito, suporte psicossocial).

Avaliação de qualidade

A qualidade das evidências foi avaliada usando critério delineado no livreto da Cochrane sobre Revisões de Intervenções (Cochrane Handbook of Reviews of Interventions). O risco de viés foi avaliado como alto ou incerto, devido a pouca informação sobre os métodos dos estudos, ausência de ocultação e dados incompletos.

Implicações clínicas

A complexa natureza dos pacotes de intervenção e os variados níveis de serviços sendo ofertados fazem com que seja difícil a interpretação dos resultados. No entanto, desde a publicação dos ensaios incluídos na revisão há evidências de várias intervenções efetivas em reduzir o risco de parto pré-termo e, em muitos lugares, agora são ofertadas às mulheres com alto risco o seguimento em clínicas especializadas de pré-natal. É provável que ensaios futuros com intervenções efetivas comprovadas mostrem mais evidências concretas de benefícios.

Pesquisas futuras

Não está esclarecido se a prevenção do nascimento prematuro e a retenção do feto em ambiente uterino desfavorável tenham algum efeito em longo prazo. Ensaios futuros deveriam ter como foco ambos os seguimentos em curto e longo prazo, os custos e deveriam identificar aspectos do serviço ofertado preferidos pelas mulheres. Eles também deveriam ser conduzidos em países de renda baixa, média e alta.


Revisão Cochrane

Citação: Whitworth M, Quenby S, Cockerill RO, Dowswell T. Specialised antenatal clinics for women with a pregnancy at high riskof preterm birth (excluding multiple pregnancy) to improve maternal and infant outcomes. Cochrane Database of Systematic Reviews 2011, Issue 9. Art. No.: CD006760. DOI: 10.1002/14651858.CD006760.pub2.

Resumo

Dentre os fatores de risco para nascimento prematuro, um parto prematuro anterior é um forte preditor. Clínicas especializadas para mulheres com histórico de parto pré-termo espontâneo têm sido defendidas como uma maneira de melhorar os desfechos para as mulheres e suas crianças.

Avaliar usando as melhores evidências disponíveis, o valor das clínicas de pré-natal especializado para mulheres com gestação de alto risco para prematuridade em comparação com clínica de pré-natal padrão.

Foram pesquisados os registros de ensaios do Grupo Cochrane de Gravidez e Parto (30 de junho de 2011).

Foram pesquisados todos os ensaios clínicos randomizados (incluindo ensaios randomizados por conglomerados) que examinaram a comparação entre clínica de pré-natal padrão versus especializada para mulheres com gestação única consideradas de alto risco para prematuridade.

Dois autores da revisão, de forma independente, avaliaram a qualidade dos ensaios e fizeram a extração dos dados.

Foram incluídos três ensaios com 3400 mulheres, todos conduzidos nos EUA. Todos tinham foco em clínicas especializadas para mulheres com alto risco de parto pré-termo. Em todos os estudos, os desfechos primários eram idade gestacional ao nascer, parto pré-termo, ou ambos. Nos três estudos, as intervenções tinham diferenças.

Em geral, havia muito pouco dado sobre os desfechos pré-especificados para a revisão. Para a maioria dos desfechos, um único estudo forneceu dados, portanto não houve poder estatístico para detectar qualquer possível diferença entre os grupos. Não houve evidência clara de que as clínicas de pré-natal especializadas reduzem o número de nascimentos pré-termo.

Clínicas de pré-natal especializado agora são uma parte do cuidado aceitas em vários cenários, e pode ser que não seja possível a condução de novos ensaios randomizados. Qualquer pesquisa futura nesta área deveria incluir desfechos psicológicos e deveria focar em que aspectos do serviço são preferidos pelas mulheres. Tais pesquisam poderiam apoiar o desenvolvimento futuro de serviços nesta área.

Este resumo RHL deve ser citado como: WHO Reproductive Health Library. Specialized antenatal care clinics for women with a pregnancy at high risk of preterm birth (excluding multiple pregnancy) to improve maternal and infant outcomes: RHL summary (last revised 18 April 2016). The WHO Reproductive Health Library; Geneva: World Health Organization.